Portal IFNMG - Nessa segunda-feira, dia 08, Projeto Dandô se apresentará no IFNMG-Campus Teófilo Otoni Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Nessa segunda-feira, dia 08, Projeto Dandô se apresentará no IFNMG-Campus Teófilo Otoni

imagem sem descrição.

A comunidade acadêmica do IFNMG-Campus Teófilo Otoni está convidada a assistir, no próprio Campus, à apresentação do Projeto Dandô nessa segunda-feira, a partir das 07h30 da manhã.

O projeto é um circuito de música idealizado pela pela cantora, compositora e pesquisadora de raízes musicais Kátya Teixeira que promove uma interação música por todo o país, contando com a participação de artistas de várias regiões. O propósito é mostrar a riqueza das sonoridades regionais e atrair novas plateias.

No domingo, dia 07, haverá um Papo Café, às 20h, na rua Manoel Esteves, nº 150, no Centro com integrantes do Projeto Dandô. Esse evento conta com o apoio do IFNMG.

DANDô

Responsabilidade cultural

O projeto tem, em seu nome, uma homenagem a Dércio Marques (1947 - 2012), que foi um dos cantadores que mais fez pela arte nos "Brasis" que estão fora do eixo da mídia de massa, unindo artistas de toda parte, de várias gerações, estilos, culturas.

A razão do nome “Dandô” se refere a um trecho da canção “Canto dos Ipês”. A palavra é uma corruptela do verbo andar, no linguajar dos pretos velhos: "Ô dandei / Olha o vento que brinca de dandar/ Ele vem pra levar as andorinhas/ E quem sabe a canção pra uma janela/ Saciar o ipê que se formou/ E roubar suas flores amarelas".

Ganhador do Prêmio Brasil Criativo MINC/SEBRAE, o Dandô está debruçado sobre os critérios da diversidade e representatividade das regiões e assim pretende criar uma cartografia musical. Em 2015 lançou o primeiro CD, a coletânea Dandô - Um Canto Em Cada Canto Do Brasil, em parceria com a Distribuidora Tratore. 

Fim do conteúdo da página