Portal IFNMG - Inscrições no mestrado de Medicina Veterinária prorrogadas até 12 de junho; prova escrita será dia 24 Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Inscrições no mestrado de Medicina Veterinária prorrogadas até 12 de junho; prova escrita será dia 24

Publicado: Segunda, 28 de Maio de 2018, 15h04 | Última atualização em Segunda, 28 de Maio de 2018, 16h06

Devido à greve dos caminhoneiros, o Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG) divulgou nesta segunda-feira (28/05) retificação do edital do processo de seleção para o mestrado profissional em Medicina Veterinária – Reprodução e Nutrição Animal, prorrogando o prazo de inscrições até o dia 12 de junho, alterando a data da prova escrita para o dia 24 de junho e reduzindo o número de documentos necessários para a realização das inscrições.

De acordo com a retificação, não será mais preciso entregar no ato da inscrição os seguintes documentos:

- Cópia autenticada do diploma ou declaração de conclusão de curso de graduação;

- No caso dos alunos que ainda não concluíram a graduação, apresentar documento que comprove estar apto a colar grau até a data da matrícula;

- Cópia autenticada do histórico escolar do curso de graduação, explicitando o sistema de avaliação.

Além disso, as cartas de recomendação poderão ser entregues no dia da apresentação do plano de trabalho com arguição, que agora será no dia 11 de julho.

Confira abaixo o novo calendário:

Calendário das Etapas do Processo Seletivo

Etapas

Data

Publicação do edital

10 de maio de 2018

Período de inscrições

11 de maio a 12 de junho de 2018

Divulgação preliminar de inscrições

18 de junho de 2018

Recurso contra o indeferimento de inscrições

19 e 20 de junho de 2018

Homologação das inscrições

21 de junho de 2018

Prova Escrita

24 de junho de 2018

Divulgação do resultado preliminar da Prova Escrita

03 de julho de 2018

Recurso contra o resultado da Prova Escrita

04 e 05 de julho de 2018

Homologação do resultado da Prova Escrita e convocação dos candidatos para apresentação do pré-projeto

06 de julho de 2018

Apresentação de plano de trabalho com arguição

11 de julho de 2018

Divulgação do resultado final preliminar

01 de agosto de 2018

Recurso contra o resultado final preliminar

02 e 03 de agosto de 2018

Homologação do resultado final

06 de agosto de 2018

Matrícula

09 a 15 de agosto de 2018

Vagas e inscrições

Serão disponibilizadas até 11 vagas, distribuídas entre as duas linhas de pesquisa: “Biotecnologia aplicada à reprodução animal” (6 vagas) e “Nutrição aplicada” (5 vagas). No formulário da inscrição, o candidato deverá escolher uma dessas linhas. Podem se candidatar portadores de diploma (ou documento equivalente) de graduação em Medicina Veterinária ou áreas afins, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O edital e todos os demais documentos relativos ao processo de seleção podem ser acessados neste link.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente ou por procuração, no horário das 8h às 10h ou das 14h às 16h, no Setor de Protocolo do IFNMG-Campus Salinas, que fica na Fazenda Varginha, km 02 da Rodovia MG-404 (Salinas/Taiobeiras), em Salinas (MG).

As inscrições também podem ser feitas por Sedex, com carimbo de postagem até o dia 12 de junho, endereçado ao Setor de Protocolo do IFNMG-Campus Salinas, conforme orientações disponíveis no Edital.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 70,00. A Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento da inscrição deve ser gerado no site do Tesouro Nacional, conforme instruções disponíveis na página do programa.

O curso

A proposta do mestrado profissional, o primeiro em Medicina Veterinária da região Norte e Nordeste de Minas Gerais, vem ao encontro das necessidades de desenvolvimento socioeconômico do semiárido brasileiro visa dar solução aos gargalos da produção animal. Além de outras ações, pretende-se formar profissionais que se aprimorem na pós-graduação, cujo foco será solucionar de forma prática e objetiva, com rigor científico, as dificuldades do segmento.

O egresso do programa terá formação especializada e terá aprimorada a capacidade de empreender, inovar e aplicar tecnologias em reprodução e nutrição animal. Espera-se que o egresso seja capaz de solucionar problemas dos sistemas de produção animal, bem como propiciar o desenvolvimento econômico sustentável.

Para a obtenção do título de mestre, o discente deverá cursar um mínimo de 24 créditos e realizar a defesa da dissertação e/ou produto final.

Fim do conteúdo da página