Portal IFNMG - Campus Araçuaí atende demanda da comunidade e inicia capacitação em tecnologias sociais para saneamento básico rural Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Campus Araçuaí atende demanda da comunidade e inicia capacitação em tecnologias sociais para saneamento básico rural

Publicado: Sexta, 05 de Julho de 2019, 09h46 | Última atualização em Sexta, 05 de Julho de 2019, 09h49

capacitação 3

Dezesseis pessoas, sendo 15 lideranças de comunidades rurais do município de Araçuaí e uma representante da Pastoral da Criança da cidade, compõem a primeira turma da Capacitação de Multiplicadores de Tecnologias Sociais para Saneamento Básico Rural, ofertada pelo Programa de Difusão e Reaplicação de Tecnologias Sociais do IFNMG-Campus Araçuaí. O primeiro dos seis encontros previstos pelo curso de Formação Inicial e Continuada aconteceu nessa quarta-feira, dia 03/07.

José Fernando Vieira de Faria, um dos coordenadores do curso, explica que a capacitação surgiu como resposta a demandas espontâneas de lideranças comunitárias rurais atendidas pelo Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Maria Natividade, vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Araçuaí. As demandas, apresentadas por meio do projeto Portfólio de Oportunidades do IFNMG-Campus Araçuaí, em 2018, estavam relacionadas à falta de saneamento básico, com ênfase em potabilidade da água e tratamento de efluentes domiciliares.

Ao longo do curso, os participantes terão acesso a informações relevantes relacionadas à saúde e ao meio ambiente, além de conhecerem tecnologias sociais de impacto comprovado para saneamento básico que contemplam aspectos ecológicos, sociais e culturais. As tecnologias sociais são ferramentas, métodos ou processos de baixo custo, de fácil aplicação, adaptadas à realidade e necessidade locais e de comprovada eficácia, que solucionam problemas e promovem a melhoria na qualidade de vida dos usuários. A ideia é que, após a conclusão do curso, os participantes estejam devidamente capacitados para multiplicarem os conhecimentos adquiridos em suas comunidades, atuando como agentes para uma transformação social concreta.

capacitação 2

No primeiro encontro, realizado nesta semana, o tema inicial foi a saúde no campo, com informações sobre primeiros socorros, pressão arterial e alcoolismo. Num segundo momento, os participantes aprenderam sobre oportunidades de captação de recursos para financiamento de projetos sociais, a exemplo de editais destinados ao financiamento da aplicação de tecnologias sociais, e sobre os requisitos e trâmites burocráticos envolvidos. O empreendedorismo rural também esteve em pauta e os participantes do curso receberam informações sobre o que pode ser feito por meio das associações de produtores, criadas com a finalidade comercializar produtos e serviços e que podem atuar tanto para incrementar a cadeia produtiva quanto para propor novos serviços e produtos, como explica José Fernando.

Para a primeira turma da capacitação, estão previstos outros cinco encontros, a serem realizados até o final de outubro deste ano. Do programa do curso, constam, entre outros temas, tratamento de água para consumo humano, locação de curvas de nível, composto orgânico, tratamento de esgoto domiciliar, reciclagem de papel, manejo de águas de chuvas, barraginhas, saneamento e meio ambiente, oficina de sabão, lixo rural, preparo, higienização e transporte de alimentos. O próximo encontro está marcado para o dia 7 de agosto.

Fim do conteúdo da página