Portal IFNMG - Audiência pública une lideranças e comunidade pelo fortalecimento e expansão do IFNMG em Porteirinha Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Audiência pública une lideranças e comunidade pelo fortalecimento e expansão do IFNMG em Porteirinha

Publicado: Quarta, 10 de Julho de 2019, 10h51 | Última atualização em Quarta, 10 de Julho de 2019, 11h50

audiência pública1

Autoridades e comunidade reuniram-se para um balanço sobre os quatro anos de atuação do IFNMG em Porteirinha e região

Foi realizada na última sexta-feira, 5 de julho, na Câmara Municipal de Porteirinha, a audiência pública “União de lideranças: pelo fortalecimento e expansão do IFNMG-Campus Avançado Porteirinha”, reunindo autoridades e comunidade. O diretor do Campus, professor Pedro Paulo Pereira Brito, explica que a iniciativa partiu de alguns vereadores que detectaram a necessidade de que o IFNMG mostrasse à comunidade o que foi feito em quatro anos de atuação em Porteirinha e municípios vizinhos. Mostrar “todos os ganhos, todas as conquistas e, principalmente, todos os benefícios trazidos pela Instituição para as cidades da região da Serra Geral e parte da região do Alto Rio Pardo”, aponta o professor Pedro Paulo.

A audiência foi, também, um momento para congregar esforços para atender os anseios da população pela ampliação do Campus do IFNMG em Porteirinha. Esses anseios estão materializados em um abaixo-assinado que, segundo o diretor, reúne cerca de sete mil assinaturas para sensibilizar autoridades políticas municipais, estaduais e federais e cobrar delas a união de forças no sentido do reenquadramento da Unidade como  “IF Campus 70/45”, o que significaria chegar a um quadro de 70 servidores docentes e 45 servidores técnico-administrativos. Assim, de acordo com o diretor, estaria garantida a plena utilização das instalações de que o Campus dispõe, que comportam a expansão das atividades. Atualmente, enquadrada como Campus Avançado, a Unidade tem como limites chegar a 20 professores e 13 técnico-administrativos – atualmente são 12 e dez, respectivamente, com previsão de chegada de mais quatro professores ainda este ano.

Da audiência pública, saiu a “Carta de Porteirinha – União de lideranças pelo fortalecimento e expansão do IFNMG-Campus Avançado Porteirinha”, que será encaminhada ao ministro da Educação, Abraham Bragança de Vasconcellos Weintraub, e ao secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Ariosto Antunes Culau, juntamente com o abaixo-assinado e a lista de presença da audiência. A carta foi assinada pelo reitor do Instituto, professor José Ricardo Martins da Silva; pelo prefeito de Porteirinha, Silvanei Batista Santos; pelo presidente da Câmara Municipal de Porteirinha, Hermínio Martins Neto; e pelo diretor do IFNMG-Campus Avançado Porteirinha.

audiência pública 2

José Ricardo Martins da Silva, reitor do IFNMG, discursa durante a audiência pública na Câmara Municipal

O Campus

Desde 2015, o Campus Avançado Porteirinha oferece oportunidades para a qualificação de cidadãos para atuarem nos diversos setores da economia local e regional. Os municípios da Serra Geral e Alto Rio Pardo atendidos são: Catuti, Espinosa, Gameleiras, Mamonas, Mato Verde, Monte Azul, Montezuma, Pai Pedro, Porteirinha, Riacho dos Machados, Santo Antônio do Retiro e Serranópolis de Minas.

Atualmente, o Campus tem 1.179 alunos, sendo 424 em cursos presenciais: técnico em Informática para Internet e técnico em Eletroeletrônica, nas modalidades concomitante e subsquente ao ensino médio; curso superior de bacharelado em Sistemas de Informação; e cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Operador de Caixa, Assistente Financeiro, Produtor de Derivados do Leite com Ênfase na Produção de Queijo e Agricultor Orgânico. Os outros 755 alunos estão matriculados em cursos da modalidade a distância: técnico em Agropecuária e técnico em Serviços Públicos; além de cursos FIC de Docência em EAD, Agente de Combate a Endemias, Cuidador de Idoso, Cuidador Infantil, Auxiliar Pedagógico, Auxiliar Administrativo, Libras Básico e Maquiagem. Além das atividades de ensino, o Campus desenvolve vários projetos de pesquisa e extensão, de extrema importância para a região em que está inserido.

Para o primeiro semestre de 2020, está previsto o incremento da oferta de cursos técnicos, com a abertura de turmas para os cursos de Informática e Eletrotécnica integrados ao ensino médio. De acordo com a direção do Campus, ambos os cursos virão para atender a demanda que deve crescer na região por profissionais qualificados para atuar nas usinas de geração de energia solar (usinas fotovoltaicas) e de geração de energia eólica que deverão ser instaladas na região. Com isso, o IFNMG amplia sua contribuição para o desenvolvimento regional com a inserção na cadeia produtiva das energias limpas, em especial a fotovoltaica, que vem ganhando destaque no Norte de Minas Gerais. As audiências públicas realizadas à época de implantação do Campus, em 2015, já indicavam a necessidade desse Campus assumir a liderança nesse processo de inserção proativa na cadeia de produção de energia fotovoltaica na região. Há, ainda, planos de oferta futura do curso técnico em Energias Renováveis.

O Campus Avançado Porteirinha funciona em sede própria, num terreno com área de 21.942,95 m² e prédio com aproximadamente 2.500 m² de área construída. São salas de aula, miniauditório, laboratórios, ambientes para apoio pedagógico, salas administrativas, biblioteca, sala de multimídia e infraestrutura para prática esportiva, entre outros ambientes. Além das edificações existentes, no Campus há espaços disponíveis para edificações futuras, caso sejam necessárias, como no caso de expansão das atividades.

Segundo o diretor Pedro Paulo, além da disponibilidade da infraestrutura e possibilidade de expandir suas instalações, para ampliar sua atuação por meio do Campus Porteirinha, o IFNMG tem a seu favor “a confiança e apoio total da população porteirinhense e de cidades circunvizinhas, o que fomenta parcerias entre o Campus e as prefeituras de todos os municípios da Serra Geral e Alto Rio Pardo atendidos pelo Campus”. Além disso, ele cita as parcerias constantes com a Associação Comercial e Industrial de Porteirinha (ACIPORT), o Sindicato dos Produtores Rurais de Porteirinha e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (FETAEMG).

Fim do conteúdo da página