Portal IFNMG - Campus Araçuaí realiza primeira formatura do Mulheres Mil Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Campus Araçuaí realiza primeira formatura do Mulheres Mil

Publicado: Quinta, 27 de Setembro de 2012, 17h57 | Última atualização em Quinta, 27 de Setembro de 2012, 18h00

Alunas Mulheres Mil - Campus Araçuaí

Capacitação de alunas visa inserção no mercado produtivo

Nesta sexta-feira, dia 28, o IFNMG-Campus Araçuaí comemora a formatura das primeiras turmas do Programa Mulheres Mil Esperanças. São 79 concluintes dos cursos de Bordado Ponto Cruz e Crochê, Cuidador Infantil, Pintura Aquarelada e Pintura em Cerâmica e Vidro.

A solenidade acontecerá no próprio Campus, a partir das 19 horas. Veja convite. “Essas mulheres, de forma aguerrida e ao mesmo tempo carinhosa, vêm colaborando na construção de uma cidade mais humana, mais igualitária e mais sustentável. Os conhecimentos a elas agregados, e com elas construídos, tornam-se catalisadores de um presente e um futuro promissores. Mil primaveras, mil mulheres, mil transformações”, aposta o professor João Antônio Motta Neto, coordenador de Ensino do Campus.

Peça teatral alertou sobre importância do soro caseiro

Peça teatral alertou sobre importância do soro caseiro

O Programa Mulheres Mil Esperanças atende mulheres em situação de vulnerabilidade social na cidade de Araçuaí, em parceria com instituições locais e estaduais, com o propósito de desenvolver o potencial profissional e intelectual delas, visando contribuir para sua inserção nos segmentos do mercado produtivo, além do empoderamento e incentivo ao empreendedorismo e às formas solidárias de associação. Para o professor Juvenal Martins Gomes, coordenador de Extensão do Campus, o programa é um aprendizado para todos os envolvidos, principalmente em relação ao papel da Instituição quanto à superação da discriminação de gênero e social.

Interação

De acordo com a professora Carla Pereira Silva, uma das gestoras do Programa, durante o tempo em que integraram o Programa, as alunas tiveram a oportunidade não apenas de fazer os cursos de capacitação, mas também de participar de diversas outras ações do Campus Araçuaí, interagindo com toda a comunidade escolar. Carla lembra que, na semana passada, durante o desfile comemorativo do aniversário de Araçuaí, cujo tema era inclusão, as alunas do Mulheres Mil integraram o pelotão "Movimento Feminista e Desigualdade de Gênero", juntamente com outros alunos do IFNMG-Campus Araçuaí. “É um orgulho para a nossa escola receber todas essas mulheres aqui e contribuir", diz Eloah Rodrigues  Gonçalves, aluna do 2º ano do curso técnico integrado em Informática. "Estamos, assim, incluindo cada vez mais a mulher na sociedade, valorizando-a", conclui.

E não para por aí. Só para citar mais alguns exemplos, no último mês de agosto, as alunas do Mulheres Mil participaram da I Mostra de Tecnologias Sociais do Campus, apresentando peça de teatro sobre a importância do soro caseiro, sob a direção do enfermeiro André Nunes. No final de maio deste ano, algumas delas integraram a comitiva do IFNMG que foi a Florianópolis (SC) para participar do II Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, onde expuseram peças de artesanato na Feira de Economia Solidária.

E a prova de que não querem parar por aí é que três concluíntes do Mulheres Mil já são alunas de outros cursos no Campus, desta vez de formação inicial continuada, via Bolsa Formação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). E a aluna Ivaneide Gusmão Gonçalves foi aprovada no vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e já está cursando Química, na modalidade a distância.

Prêmio

Graças ao Programa Mulheres Mil Esperanças, o IFNMG-Campus Araçuaí concorrerá ao 8º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, promovido pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres em parceria com a ONU-MULHERES e o CNPq. Com o relato de sua experiência com o programa, desenvolvido desde novembro de 2011, a Instituição concorre na modalidade Escola Promotora da Igualdade de Gênero.

O anúncio dos vencedores e premiação só deve acontecer no ano que vem. Cada escola selecionada receberá, entre outros prêmios, a quantia de R$ 10 mil, que deve ser, necessariamente, aplicada na ampliação e/ou fortalecimento de ações para promoção da igualdade de gênero.

No IFNMG, o Programa Mulheres Mil também está presente nos Campi Almenara, Arinos, Januária, Pirapora e Salinas. Para mais informações sobre o Programa, acesse: http://mulheresmil.mec.gov.br.

 

Fim do conteúdo da página